Nossa história

Etec1Instalada inicialmente no bairro de Mooca, a Etec Albert Einstein foi transferida para as instalações definitivas sob o Ato nº 24 em 1.963. Recebeu inicialmente o nome de Ginásio Industrial Albert Einstein.

Em 1.964 inicia o ensino industrial e a escola passa a chamar-se Ginásio Industrial Estadual Albert Einstein.

A partir de 1.970, pelo decreto nº 52.499, foram montados os cursos de mecânica em 15 colégios técnicos, e no mesmo prédio do ginásio foi instalado o Colégio Técnico Industrial da Casa Verde.

Em 1.974, nos termos da lei 421, a unidade passou a denominar-se EESG Professor Miguel Oliveira Feitosa, com ensino exclusivo de 2º Grau, ficando sob a responsabilidade do Ginásio Industrial Albert Einstein, o ensino do 1º grau.

Com a implantação da rede física em 1.975, fundiram-se as duas escolas, passando em 1.976 a denominar-se Centro Interescolar Albert Einstein, com classes de 1º e 2º graus completos e profissionalizantes.

Pelo decreto de 28/01/78 o CEI Albert Einstein, muda novamente de nome e passa a ser Escola Estadual de 2º Grau Albert Einstein.

Com a publicação em D.O.E. de 22/06/85, conforme resolução SE 120, a escola passa a denominar-se Escola Técnica Estadual de 2º Grau Albert Einstein.Desde a mudança do último nome, a escola desvinculou-se da DRECAP-1, passando a ser subordinada a Disaete (Divisão de Supervisão e Apoio às Escolas Técnicas) quanto aos recursos financeiros.

Em 1.991, conforme decreto nº 34.032 de 23/10/91 a escola foi transferida da Secretaria da Educação para a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico e passa a ser subordinada a DEET (Divisão Estadual de Ensino Tecnológico), quando aos recursos financeiros.    

Em1.993, conforme decreto nº 37.735 de 27/10/93 a escola foi transferida para o Centro Estadual de Educação Tecnológica (CEETEPS), onde permanece até hoje.

O patrono ALBERT EINSTEIN

EinsteinAlbert Einstein (Ulm, 14 de março de 1879 — Princeton, 18 de abril de 1955) foi um físico teórico alemão, posteriormente radicado nos Estados Unidos, que desenvolveu a teoria da relatividade geral, um dos dois pilares da física moderna (ao lado da mecânica quântica).
Embora mais conhecido por sua fórmula de equivalência massa-energia, E = mc2 (que foi chamada de "a equação mais famosa do mundo"), foi laureado com o Prêmio Nobel de Física de 1921 "por seus serviços à física teórica e, especialmente, por sua descoberta da lei do efeito fotoelétrico". O efeito fotoelétrico foi fundamental no estabelecimento da teoria quântica.
No início de sua carreira, Einstein acreditava que a mecânica newtoniana não era mais suficiente para reconciliar as leis da mecânica clássica com as leis do campo eletromagnético.
Isto o levou ao desenvolvimento da teoria da relatividade especial. Einstein percebeu, no entanto, que o princípio da relatividade também poderia ser estendido para campos gravitacionais, e com a sua posterior teoria da gravitação, de 1916, publicou um artigo sobre a teoria da relatividade geral.
Ele continuou a lidar com problemas da mecânica estatística e teoria quântica, o que levou às suas explicações sobre a teoria das partículas e o movimento browniano.
Também investigou as propriedades térmicas da luz, o que lançou as bases da teoria dos fóton da luz. Em 1917, aplicou a teoria da relatividade geral para modelar a estrutura do universo como um todo.
Einstein estava nos Estados Unidos quando Adolf Hitler chegou ao poder na Alemanha, em 1933, e não voltou para a Alemanha, onde tinha sido professor da Academia de Ciências de Berlim.
Estabeleceu-se então nos Estados Unidos, onde naturalizou-se em 1940. Na véspera da Segunda Guerra Mundial, ajudou a alertar o presidente Franklin D. Roosevelt que a Alemanha poderia estar desenvolvendo uma arma atômica, recomendando aos Estados Unidos começar uma pesquisa semelhante, o que levou ao que se tornaria o Projeto Manhattan.
Einstein apoiou as forças aliadas, denunciando no entanto a utilização da fissão nuclear como uma arma.
Mais tarde, com o filósofo britânico Bertrand Russell, assinou o Manifesto Russell-Einstein, que destacou o perigo das armas nucleares. Einstein foi afiliado ao Instituto de Estudos Avançados de Princeton até sua morte em 1955.
Einstein publicou mais de 300 trabalhos científicos, juntamente com mais de 150 obras não científicas. Suas grandes conquistas intelectuais e originalidade fizeram a palavra "Einstein" sinônimo de gênio.
Cem físicos renomados elegeram-no, em 1999, o mais memorável físico de todos os tempos.